icone Notícias

Plano de negócios: como e por que planejar?

30 de junho de 2016

como-planejar-um-plano-de-negocios

Gerir um negócio ou empresa, seja nova ou que já está em funcionamento, nem sempre é simples. São funções, controles, delegações e resultados que devem ser levados em conta, e nem sempre o gestor está devidamente preparado ou no controle da empresa.

Se você está começando um empreendimento ou precisa reorganizar sua empresa, o Plano de Negócios é a ferramenta que mais irá auxiliar você.

Mas para que serve um plano de negócios?

Você precisa de uma visão ampla e abrangente da sua empresa ou negócio, seu funcionamento e seus resultados, além de precisar acompanhar metas e retorno financeiro. Tudo isso tende a ficar complicado quando você não organiza, não prioriza e não delimita as tarefas.

O plano de negócios atua como um organizador e planejador do que precisa ser feito e do que deve ser melhorado. Assim, você toma conhecimento da real atuação da sua empresa, dados e resultados, bem como os pontos desfavoráveis ao seu crescimento no mercado.

Ou seja, é um planejamento estratégico e adequado que visa traçar um perfil de atuação ou futura atuação da empresa. Mais do que apenas colocar no papel o que você já tem em mente como gestor, o plano de negócios gera conhecimento e mais segurança ao empreendedor. Assim, fica mais fácil tomar decisões, diminuir riscos e obter resultados mais satisfatórios.

O que analisar no Plano de Negócios?

Existem diversos modos de elaborar um plano eficiente. Cada empresa vai demandar diferentes análises voltadas ao objetivo do negócio, mas algumas perguntas são a base de um bom planejamento.

plano-de-negocios-como-planejar

Comece levantando os objetivos referentes ao empreendimento. Determine seus planos de quem ficará responsável pelas funções e como irá fazer. São pontos simples, mas que nem sempre ficam claros para todos os funcionários ou colaboradores.

Conheça seus produtos ou serviços. Saiba vendê-los, busque informações sobre os concorrentes e a necessidade do público para aquele produto. Essas são informações de mercado e, de modo geral, são bastante simples de conseguir. Com buscas rápidas na internet, você reconhece seus concorrentes e se prepara melhor para sanar dúvidas e prestar informações aos seus clientes e consumidores.

Comunicação e marketing não podem ficar de fora do seu planejamento. Você precisa definir a melhor forma de atender ao público de forma satisfatória. Essa é uma parte importante para o crescimento e consolidação do seu negócio, já que atendimento, retomando aquela máxima, é a alma do negócio. Você pode investir e inovar, dispondo de ferramentas para oferecer atendimentos diversificados e funcionais aos consumidores. As redes sociais e o Marketing Digital são opções mais recentes e que geram grandes resultados. Mantenha-se informado a respeito dessas formas de empreender e planeje como adaptá-las à sua demanda e perfil.

Sem um planejamento financeiro adequado e realista, as chances de prejuízos e descontrole econômico são bastante altas. Saiba o quanto você pode investir e mensure o tamanho dos seus gastos. Nesse ponto, também é importante você ter uma noção de retorno esperado, ou seja, quanto tempo levará para começar a ter lucro. Assim, você saberá o risco que corre e se prepara para melhor enfrentar situações adversas.

Em casos que a empresa já está em funcionamento e o plano de negócios vem como reformulação da gestão, a parte financeira deve ser analisada como forma de cortar gastos desnecessários, remanejar capital ou alterar investimentos.

Determine prazos para os seus objetivos ainda que eles sejam a longo prazo. Ao estipular períodos para realizar as ações e obter os resultados, você estabelece um objetivo mais concreto e evita postergar ações menores. Ao decidir concretizar seu empreendedorismo, você idealizou um objetivo, seja tornar-se referência de mercado ou se estabelecer como empreendedor local e obter lucros satisfatórios com ele. Use os prazos para fazer valer suas metas.

Quando rever meu Plano de Negócios?

O plano de negócios é uma ferramenta de gestão que visa facilitar a sua rotina gerando resultados, sobretudo a médio e longo prazo. Após bem estruturado, o planejamento tende a tornar a rotina mais sistematizada, já que a organização é ponto fundamental. Além do planejamento adequado, rever e reestruturá-lo é essencial para manter o bom funcionamento dos negócios.

Quando o foco ou objetivo da empresa muda, além de alterações econômicas, oferta de produtos ou serviços e realidade de mercado, muitos fatores se alteram na realidade da empresa. Muitas estabelecem metas e atualização do plano de negócios em períodos anuais ou semestrais, dependendo das transformações do mercado empreendedor. Assim, você pode estipular períodos de revisão, mas lembre-se de se ater à realidade do seu negócio e se ele está em conformidade com os planos e objetivos estipulados.

Voltar

Deixe uma resposta