Blog

Com a economia nacional em baixa, ampliar os resultados e reduzir os gastos é palavra de ordem, e é nesse cenário que entra a chamada Automação da Força de Vendas. Ainda pouco conhecida pelos gestores brasileiros, o termo costuma gerar muitas dúvidas entre os gestores de empresa, sendo que cada um acaba tendo uma ideia diferente sobre o que é, de fato, automação de vendas. Por isso iremos esclarecer o que é e como funciona essa ferramenta que pode ser muito útil para o seu negócio. Vamos lá!
Gerenciar uma esquipe não é uma tarefa das mais fáceis, treinar, motivar, compreender e ainda dar exemplo exige experiência e uma boa dose de conhecimento. E as férias de fim de ano são uma ótima oportunidade para renovar os conhecimentos e aprender novas técnicas de gestão.

Nos dias de hoje, com os avanços tecnológicos cada vez mais acessíveis, novas ferramentas são desenvolvidas para agilizar e automatizar os processos de troca de informações entre as empresas. Uma delas é o EDI - Eletronic Data Interchange, que em português significa Intercâmbio Eletrônico de Dados.

Desde que o Imposto de Renda foi oficialmente instituído no Brasil, em 1922, todos os anos fazemos o mesmo ritual: declaramos nossos gastos do ano e, quando chega o mês de abril, o Leão vem e faz os recolhimentos, seja pessoa física ou jurídica. Certamente essa não é uma das obrigações mais agradáveis para o contribuinte, tanto declarar quanto pagar o imposto. Mas nos últimos anos a Receita propôs uma nova forma de amenizar essa “dor causada no seu bolso”, ou seja, agora pessoa física e pessoa jurídica podem abater parte do imposto com uma doação para instituições assistenciais.

Atualmente muitas empresas já se renderam às funcionalidades e facilidades dos sistemas de gerenciamento. Um dos mais conhecidos e eficiente é o ERP - (Enterprise Resource Planning), uma ferramenta criada para integrar os diversos departamentos presentes em uma empresa e automatizar as informações do negócio.